Home | Matérias | Mushin

Mushin

Imagine um jovem de 18 anos que acabou de tirar sua Carteira de Habilitação.

No começo ele precisa de um grande nível de concentração para dirigir seu carro.

- Hmm… preciso ir para a frente então, primeiro piso na embreagem até o fim;
- Tudo bem, agora vou empurrar o câmbio para a frente engatando a 1a. marcha;
- Certo, agora ao mesmo tempo em que meu pé direito vai pressionando o pedal acelerador, meu pé esquerdo deve soltar devagar a embreagem para que o carro comece a se movimentar (…).

Tudo isso ainda recebe um tempero extra de stress devido à impaciência dos outros motoristas, etc.

Com o passar dos anos, esse jovem adquire mais experiência e já não é necessário o mesmo nível de atenção para executar a tarefa de dirigir. Algumas vezes ele até reflete sobre outro assunto sem se dar conta que acabara de dirigir de casa até o trabalho sem pensar no que estava fazendo. Seus instintos o guiaram naturalmente, sem que ele percebesse.

No Karate-Do isso também acontece… com o passar dos anos, há um sentimento natural durante sua prática. E isso se transporta contigo quando você está fora do Dojo. Torna-se parte de você.

Mas enquanto não chegamos lá, é muito importante manter o estado de alerta durante cada instante do treino.

Hoje estava fazendo um bunkai (aplicação de Kata) e vejam o que pode ocorrer se não mantemos o estado de alerta.

O amigo karateca avisou que iria atacar oi tsuki jodan (soco na altura do rosto). Eu fiz sinal de que havia entendido o aviso e, teoricamente, estaria pronto para a defesa e contra-ataque.

Quando o amigo karateca projetou-se em minha direção eu me distraí por 2 segundos… minha mente estava distante de tudo o que estava acontecendo ao meu redor (…).

Adivinha o que aconteceu?!

Óbvio, tomei uma senhora pancada na boca. Fiquei tonto e quase “apaguei”. Na verdade tive sorte de não ter ficado sem alguns dentes ou ter ganhado um nariz quebrado.

Dizem que é melhor aprender com a dor dos outros do que com a própria dor. Então aprenda com o episódio de hoje, e fique atento durante todo o seu treino!

Abraços,

Carlos Camacho.


© Camacho