Home arrow Matérias arrow Últimas arrow História: O Karatê-Dô e sua origem
História: O Karatê-Dô e sua origem Imprimir E-mail
Uma arte marcial antes praticada secretamente na Ilha de Okinawa (sul do Japão) por pessoas comuns que estavam proibidas de portar armas, e por isso se defendiam de mãos vazias, fazendo uso destas, dos cotovelos, joelhos e pés.

O Karatê-Dô e sua origem



Castelo de Shuri, em Okinawa

Uma arte marcial antes praticada secretamente na Ilha de Okinawa (sul do Japão) por pessoas comuns que estavam proibidas de portar armas, e por isso se defendiam de mãos vazias, fazendo uso destas, dos cotovelos, joelhos e pés.

Os estilos de Karatê mais praticados atualmente são:

EstiloFundador
ShotokanGichin Funakoshi
Wado-RyuHironori Otsuka
Goju-RyuChojun Miyagi
Shito-RyuKenwa Mabuni
Shorin-RyuChoshin Chibana

Existem muitos outros estilos de Karatê. Clique aqui para consultar uma listagem de estilos.

As diferenças entre os estilos são baseados nos locais de origem.

Haviam três principais núcleos de "Te" (mãos) em Okinawa. Estes núcleos eram as cidades de Shuri, Tomari e Naha. Conseqüentemente os três estilos básicos antes de receberem os nomes mencionados na tabela acima, tornaram-se conhecidos como Shuri-Te, Tomari-Te e Naha-Te.

A seguir vamos mencionar os nomes dos mestres que desenvolveram e ensinaram o Karatê nas cidades de Shuri, Tomari e Naha.


Shuri-te


SakugawaSokon MatsumuraAnko Itosu
SakugawaSokon MatsumuraAnko Itosu
 
O primeiro deles, Shuri-Te, veio a ser ensinado por Sakugawa, que ensinou Sokon "Bushi" Matsumura, e que por sua vez ensinou Anko Itosu.
Foi Itosu o responsável pela introdução da arte nas escolas públicas de Okinawa. Shuri-te foi o precursor dos estilos japoneses que eventualmente vieram a se chamar
Shorin-Ryu, Shotokan, Shito-Ryu e Wado-Ryu.

Tomari-te


Kosaku MatsumoraChokki MotobuChotoku Kyan
Kosaku MatsumoraChokki MotobuChotoku Kyan
 
Tomari-Te foi desenvolvido juntamente por Kosaku Matsumora e Kosaku Oyadomari.
Matsumora ensinou Chokki Motobu e Oyadomari ensinou Chotoku Kyan - dois dos mais famosos professores da época.
Até então Tomari-Te era largamente ensinado e influenciou tanto o Shuri-Te como o Naha-Te.

Naha-te


Seisho ArakakiKanryo HigashionnaChojun Miyagi
Seisho ArakakiKanryo HigaonnaChojun Miyagi
 
Seisho Arakaki desenvolveu o Naha-Te, e o estilo tornou-se popular devido aos esforços de Kanryo Higaonna e seu mais famoso aluno foi Chojun Miyagi.

Miyagi também foi à China para estudar. Mais tarde ele desenvolveu o estilo conhecido hoje por Goju-Ryu.

Sendo assim, resumindo temos que:

Da cidade comercial de Naha (Okinawa) surgiu o Naha-Te (mão do norte ou estilo do norte), sistema de luta que dava ênfase à força, deu origem ao estilo Goju-Ryu de Karatê.

Da cidade portuária de Tomari (Okinawa) surgiu o Tomari-Te (mão do centro ou estilo do centro). Sistema de luta que, na verdade, era uma fusão dos estilos de Shuri e Naha.

Da capital Shuri (região Sul de Okinawa) surgiu o Shuri-Te (mão do sul ou estilo do sul), sistema de luta que valorizava a velocidade.

Shuri-te e Tomari-te deram origem aos estilos Shorin-Ryu, Shotokan, Shito-Ryu e Wado-Ryu.

Porém, o sistema de luta desenvolvido em Okinawa era conhecido além das fronteiras como Okinawa-Te (mão de Okinawa).

Este nome manteve-se, até por volta de 1936, até que, com o evento do "conflito sino-nipônico" (Guerra entre a China e o Japão) foi criada a palavra "Karatê" (mãos vazias) e um grande mestre da época, Gichin Funakoshi, considerado o Pai do Karatê moderno, criador do estilo Shotokan, adotou esta palavra para substituir a denominação do Okinawa-Te, permanecendo então até nossos dias como Karatê.

Gichin Funakoshi
Gichin Funakoshi

Este mesmo mestre, incrementando sentido espiritual e filosofia de vida ao Karatê, adicionou a palavra (caminho, vereda espiritual), ficando conhecido como Karatê-Dô (O caminho das mãos vazias).

O passo seguinte foi a adoção do karatê-gi, um uniforme igual para todos, branco, e o sistema de faixas e graduações de Kyus (faixas coloridas, da branca até a marrom) e Dans (do 1o grau e acima para os faixas pretas) similar ao que era usado no Judô.

No ano de 1933, o Dai Nippon Butokukai, órgão japonês encarregado das artes marciais, reconheceu oficialmente o Karatê-Dô como arte marcial.




 
< Anterior   Próximo >